sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Feiratur 2008 premiará, em Campo Grande

Campo Grande - Destaques do turismo rural brasileiro!

CAMPO GRANDE/MS – A 5ª Feira Nacional de Turismo Rural (Feiratur 2008), que acontece em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, de 20 a 22 de novembro, terá mais um atração que mobilizará o setor pelo país: a entrega do Prêmio Brasil Rural aos principais destaques da atividade turística no campo durante este ano. A cerimônia de premiação será longo em seguida à solenidade de abertura do evento, agendada para a manhã do dia 20 de novembro, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

A 3ª edição do Prêmio Brasil Rural seria realizada este ano em São Paulo, mas foi transferida para Campo Grande em função da realização da Feiratur 2008 na capital sul-mato-grossense. A idealização e a realização do prêmio são do Idestur (Instituto de Desenvolvimento do Turismo no Espaço Rural), também realizador da Feiratur 2008 em conjunto com a Associação Brasileira de Turismo Rural/MS (Abraturr/MS).

A idéia da premiação foi promover o reconhecimento de instituições, personalidades e empresas que realizam ações e adotam práticas que refletem no desenvolvimento da atividade de turismo rural no Brasil. O objetivo é que ele seja um instrumento de compromisso institucional e corporativo com o crescimento do setor.

Em suas duas primeiras edições, o Prêmio Brasil Rural homenageou Inezita Barroso, Renato Bravo, o Ministério do Turismo, Caixa Econômica Federal, Associação Brasileira de Turismo Rural, SEBRAE Nacional, Programa Globo Rural, Secretaria de Turismo do Ceará, e a cidade de Venda Nova do Imigrante, no Espírito Santo.

A Feiratur 2008 conta ainda com o apoio e parcerias do Ministério do Turismo, Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul, da Associação Campo-Grandense de Turismo Rural (Actur), Associação das Pousadas Pantaneiras (APPAN), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis/MS; Prefeitura de Campo Grande; Associação Brasileira dos Agentes de Viagens/MS; Conselho Municipal de Turismo de Campo Grande; Associação dos Bacharéis de Turismo; Campo Grande Pantanal Convention & Visitors Bureau e Sebrae e Sebrae/MS. A organização está a cargo da Opec Eventos. Mais informações podem ser obtidas pelo fone (67) 3341-6900 ou pelo e-mail: feiratur@opec-eventos.com.br.

Fonte: Ariosto MesquitaJornalista e Mestre em Produção e Gestão Agroindustrial

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

CURSO DE BAMBU BONITO-MS

Acontecerá em Bonito/MS o Curso do Bambú de 15 Á 18 de OUTUBRO 2008.

Visando o resgate deste conhecimento, já antigo, este projeto propõe a realização de um curso de quatro dias, a promover a prática de bioconstrução, trabalhando em especial com o BAMBU, abordando temas relacionados á, diversidades de espécies, suas características físicas, químicas e mecânicas, manejo da planta, diversidade de tratamento e uso construtivo.

Tendo como organizador e realizador o Grupo MANÁ, como parceiro o TAKUARA RENDÁ.

Tópicos do curso:

· Aproveitamento do Bambu
· Taxonomia / morfologia
· Corte / tratamento
· Cultivo
· O bambu e as estações
· Possibilidades construtivas
· Ferramentas e equipamentos
· bibliografia.

INSTRUTOR:
- GUILLERMO GAYO – arquiteto e permacultor
- TAKUARA RENDÁ el mundo del Bambu
Centro de Referencia de Permacultura www.takuararenda.org

LOCAL:
- YBIIRA PE Canopy Tour – BONITO-MS

VAGAS LIMITADAS (20)

FICHA DE INSCRIÇÃO
www.bon.com.br/bio/


CONFIRMAÇÃO DE INSCRIÇÃO Enviar o comprovante do depósito ou a informação contida no mesmo incluindo seu nome completo para o e-mail mo.mita@hotmail.com
CUSTO: Curso de BAMBU, por pessoa: R$675,00 que pode ser parcelado em duas ou três vezes, com uma parcela de entrada para garantir a vaga. (incluindo hospedagem Hotel La Paloma Residence, alimentação e material). Ou R$ 700,00, divido em 6x no CARTAO DE CREDITO MASTERCARDE.

FORMA DE PAGAMENTO Depósito em nome de Paloma Teixeira Rodrigues.
Dados Bancários: BANCO DO BRASIL, AG-1031-6, Cp-10490-6 (CONTA POPUPANÇA, com variação 1). O valor total do curso deverá estar pago até a entrada para o curso.


Maiores informações com Paloma Teixeira pelo e-mail: mo.mita@hotmail.com

Procedimento para Abertura - Lagoa Misteriosa!

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
PREFEITURA MUNICIPAL DE JARDIM

Convite


A Gerência Municipal de Turismo em parceria com a Lagoa Misteriosa convidam para as palestras sobre a Situação atual da Lagoa Misteriosa – Procedimento para abertura da visitação turística, a realizar-se no dia 29 de agosto de 2008, às 19:30 horas, no auditório Dr. Mário Magno S. Lopes do CAT – Centro de Atendimento ao Turista “Júlio Ferreira Bastos”, conforme pauta abaixo:

01- Mapeamento Subaquático. Palestrante: Tuta Barroco - Mergulhador Supervisor do Mapeamento;

02- Plano de Manejo. Palestrante: Hamilton Fernandes - Diretor Técnico de Gestão Ambiental da empresa Bionúcleo de Bonito;

03- Operação Turística. Palestrante: Eduardo Folley Coelho - Proprietário da Lagoa Misteriosa

Atenciosamente,

Robertha Cabral Peixoto
Gerente de Turismo de Jardim.
_______________

Participem!

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Debora Nascimento em Bonito / MS

Bonito/MS vem se destacando cada vez mais na mídia nacional, prova disso foi que neste último domingo, dia 24, a cidade foi cenário do quadro "Desafio do Faustão" no programa Domingão do Faustão da Rede Globo.

A atriz desafiada desta vez foi a Débora Nascimento, revelação da novela Duas Caras.As gravações para este quadro foram feitas no Abismo Anhumas em Bonito, e incluiu como principal atividade a descida de rapel de 72 metros por uma fenda na rocha que leva a uma caverna com magníficas formações e um lago de águas cristalinas, onde o mergulho revela a beleza subaquática do lugar.

Antes de vim para Bonito, a atriz passou por um treinamento nas Estradas das Paineiras no Rio de Janeiro, juntamente com oceanógrafo Marcelo Skaf, especialista em segurança de aventura e instrutor de Mergulho, além de consultor da ABETA.

Débora que desde os 15 anos de idade já topava os desafios da vida, conta que nunca tinha feito rapel e nem mergulho no escuro, e resolve topar a aventura: "Sempre procuro enfrentar meus próprios medos", diz a atriz.Faustão questiona a Débora se Bonito é bonito mesmo, e ela responde: "Tudo é lindo, e o pessoal é muito receptivo".

Positivamente, Fausto frisou bastante o nome da cidade, e ainda resumiu Bonito como "uns dos paraísos da ecologia brasileira que se deve preservar". Os proprietários do Abismo revelam que ficaram muito felizes com a gravação e salientam que a repercussão será bem positiva para a cidade. Só o fato do atrativo Abismo Anhumas ser escolhido para a gravação do quadro, já é uma grande divulgação para Bonito, já que o programa vai ao ar em Rede Nacional.

Esta filmagem contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Bonito e do Zagaia Resort Hotel, onde a atriz ficou hospedada. As imagens aquáticas foram feitas pelo cinegrafista e mergulhador conhecido internacionalmente, Lawrence Wahba, que esteve na região para realizar uma matéria para o seu quadro Domingão Animal, exibido no Programa anterior.


Click no link abaixo, e assista a participação da atriz Debora Nascimento - a Bijú da novela Duas Caras, no desafio do Faustão em Bonito /MS.

http://video.globo.com/Videos/Player/Entretenimento/0,,GIM872757-7822-DESAFIO+DO+FAUSTAO+DEBORA+NASCIMENTO,00.html

Site do local visitado: http://www.abismoanhumas.com.br/


Até a próxima!

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Bonito na Feira de Holambra


Bonito também estará na Feira de Holambra.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Programa Petrobrás Ambiental


Promoção Hospedagem Zagaia - Bonito/MS


LANÇAMENTO DO PROGRAMA PETROBRAS AMBIENTAL

O IASB foi convidado a participar do Lançamento do Programa Petrobras Ambiental 2008 - 2012 e da Seleção de Projetos 2008, realizado no dia 15 de agosto, na sede da Petrobras no Rio de Janeiro/RJ. As despesas da viagem, com exceção da alimentação durante o percurso, foram todas custeadas pela Petrobras. A cerimônia de lançamento foi iniciada às 11:00 horas, com uma apresentação musica.

Em seguida, foram convidados ao palco o Presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, o Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, a Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro, Marilene Ramos e a Presidente da ONG, Fundação Museu do Homem Americado, Niéde Guidon, representando o terceiro setor.

Após a composição do palco, o Gerente de Comunicação da Petrobras, apresentou a estrutura do Programa Petrobras Ambiental e a Seleção Pública de Projetos para este ano.

Ao término da apresentação, o ministro Carlos Minc, fez um breve discurso, seguido do Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras. Para encerrar o evento, foi apresentando pela bateria e passistas mirins da Portela, o samba enredo da escola, cujo tema do carnaval de 2009 será a natureza.

O IASB se sentiu privilegiado de ter participado do evento, uma vez que somente algumas instituições foram convidadas. Além de ter contato com diversas pessoas renomadas, como o cantor Lenine, o presidente da Petrobras e representantes de grandes projetos como o Projeto TAMAR, Brasil da Águas, Baleia Franca dentre outros, o IASB teve a oportunidade de apresentar ao Ministro do Meio Ambiente, mesmo que rapidamente, um pouco do trabalho desenvolvido no município de Bonito
.

Fora isso, o contato com os gestores dos projetos foi bem satisfatório, mostrando que o trabalho que o IASB está desenvolvendo vem agradando a muitos, tendo boas chances de ser reeditado. A representante do IASB aproveitou a oportunidade para conversar com outras instituições e coordenadores de projetos para pegar dicas sobre a execução do projeto desenvolvido em Bonito. Dessa forma, ficou claro que a decisão de reedição do projeto depende muito da avaliação do consultor, juntamente com o gestor. Além disso, eles esperam que o projeto tenha resultados maiores do que foi proposto.

O IASB não poderá concorrer à Seleção Pública de projetos desse ano, pois todas as instituições com contrato em vigência com a Petrobras terão os projetos desclassificados. No entanto, a Petrobras está realizando caravanas nos estados para apresentação do edital e o IASB foi convidado a participar, pois tendo o único projeto aprovado em seleção pública no estado de Mato Grosso do Sul, poderá auxiliar outras instituições. Além disso, conhecerá melhor o formato do edital para possivelmente enquadrar uma nova proposta para reedição.

Concluindo, os contatos e informações colhidas na viagem, deixaram claro que nesta fase final do projeto, restando apenas 07 meses para terminar, o IASB deverá empenhar esforços para ampliação das áreas em recuperação e ressaltar o nome da empresa patrocinadora, buscando assim, ter chances para realizar uma segunda etapa.

Fonte: IASB

Trabalho familiar garante o sucesso da Pousada Segredo em Bonito-MS

Inaugurada há seis anos e com o objetivo de oferecer hospedagem de qualidade com um ambiente tranqüilo, a Pousada Segredo em Bonito-MS é mais um dos empreendimentos familiares que deu certo na capital do ecoturismo no Brasil. O casal de proprietários Newton e Augusta Daubian iniciou o trabalho com turismo na Fazenda Segredo - também propriedade deles - onde ofereciam o passeio de Bote. A pousada é fruto de investimento posterior, e hoje, é a prioridade dos empresários.

Todo o trabalho na pousada é realizado em equipe familiar. O casal e mais uma funcionária dividem as tarefas no dia-a-dia, que vão desde a recepção até a limpeza. A filha Najara, que mora em Campo Grande, é responsável pela divulgação e reservas on-line. "Aqui todo mundo coloca a mão na massa", comenta Augusta. O objetivo é fazer com que o turista se sinta à vontade, e para isso, até a escolha do cardápio é criteriosa. A proprietária é quem prepara as guloseimas: "O café da manhã é bem caseiro e tudo é feito à mão", diz Augusta.

No último mês de julho, considerado alta temporada, a cidade de Bonito esteve movimentada durante todo o período. Com o Festival de Inverno, que aconteceu de 30 de julho a 3 de agosto, a Pousada esteve lotada. Newton conta que a média anual de hóspedes é de 60%, considerando a estimativa de 20% na baixa temporada - com variações de ano para ano - e 100% na alta temporada -
também com variações.

Os proprietários comentam que a principal fonte de divulgação do local ainda é o "boca a boca", mas que com a informatização, a procura aumentou ainda mais: "A internet tem sido a responsável por trazer um grande número de turistas", completa Augusta.

A Pousada Segredo fica na rua 24 de Fevereiro, nº 2079, no Centro de Bonito. O local possui 8 apartamentos com ar, TV e frigobar. A capacidade é para hospedar 32 pessoas.

Para mais informações e reservas:
www.pousadasegredo.com.br

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Formatura de Turismo em Ouro Preto / MG

Queremos Parabenizar a formanda Débora Ferreira, pela sua formatura que acontecerá no final deste Mês.
Débora foi nossa estagiária no ano de 2006 e carinhosamente nos enviou seu convite de formatura.
Nós do Recanto Ecológico Rio da Prata, gostaríamos de agradecer a você Débora pelo carinho e desejamos felicidades nesta nova etapa que se inicia em sua vida.

Parabéns!!!!!

E Boa Sorte.

Equipe Rio da Prata.

Tradicional ponto de mergulho na região de Jardim-MS pode ser reaberto em 2009

De 12 a 31 de agosto a Lagoa Misteriosa, localizada na região de Bonito e Jardim-MS, recebe a expedição de mapeamento como parte do processo de aprovação do plano de manejo, seguindo a exigência do CECAV - Centro Nacional de Estudo, Proteção e Manejo de Cavernas - órgão do IBAMA. O objetivo da expedição é explorar e calcular a topografia da Lagoa que fica dentro de uma caverna em formato de fenda.

Ao todo são 13 mergulhadores qualificados para a especialidade de mergulho em caverna, sob a supervisão do mergulhador Tuta Barroco, que trabalha na modalidade desde 1995. Para realizar o trabalho, a equipe conta com um arsenal variado de equipamentos, que vão desde roupas secas até dispositivos para mistura de gases em cilindro. Segundo Tuta, o mapeamento está sendo feito até uma profundidade de 70 metros, mas não possuem estimativa da profundidade total da caverna. O mergulhador de caverna Gilberto Menezes atingiu a profundidade máxima de 220 metros.

Através de um cabo preso em um flutuador mantido na superfície, os mergulhadores responsáveis pelo mapeamento conseguem nomear bases a cada cinco metros de profundidade para caracterizar a caverna. Através de um programa de computador, os dados conseguem construir o esqueleto do local, uma espécie de mapa que mostra medidas de profundidade, largura e formato.

A Lagoa Misteriosa é um dos pontos mais tradicionais de mergulho no país. Para Tuta, o diferencial do lugar em relação a outros atrativos está na visibilidade da água, que permanece cristalina praticamente durante o ano todo. Além disso, o fato de ser uma caverna vertical permite que os mergulhadores avancem em profundidades maiores. Em espaços de mergulho aberto, como em mares, por exemplo, a visibilidade nem sempre é satisfatória.

Após o mapeamento, a Lagoa Misteriosa passará pelo processo de aprovação de termos de licença e obras de infra-estrutura até a sua abertura para visitação. Tuta Barroco esclarece que o passeio possui o objetivo de atingir todos os tipos de públicos, desde mergulhadores experientes com qualificação avançada até turistas leigos. Como parte da expedição, a equipe ainda fará sugestões de modalidades de passeios dentro da Lagoa, como a flutuação e o mergulho livre com snorkel. "Sem dúvida é um passeio fantástico, um dos pontos de mergulho mais antigos de Bonito", completa o mergulhador.

A Lagoa Misteriosa fica a 36Km de Jardim e 40Km da cidade de Bonito. A previsão de abertura para passeios é para o segundo semestre de 2009.

Sistema multiponto em Bonito: Benefício para empresários

Os empresários de Bonito, em Mato Grosso do Sul, sabem bem que os meios eletrônicos de pagamento são importantes ferramentas que devem fazer parte do dia-a-dia da empresa. Há cerca de dois anos, a expansão da comercialização via cartão de crédito trouxe facilidades para os turistas e empresários da região turística, resultando no aumento de venda dos pacotes turísticos e no crescimento local.

Até o fim de 2006, devido à demora no repasse de valores das agências de turismo aos atrativos turísticos, boa parte dos empresários passou a optar por não trabalhar com cartão de crédito. A decisão se traduziu em prejuízo, já que grande parte dos turistas que até hoje visita Bonito, principalmente os estrangeiros, prefere, por questões de segurança e comodidade, pagar os passeios turísticos com o "dinheiro de plástico".

O problema existia porque os atrativos turísticos de Bonito ficam localizados em região montanhosa, o que impossibilita a implantação de redes de telefonia fixa e móvel, item necessário para o funcionamento das máquinas de cartão de crédito. Sem linha telefônica, o turista não tinha a opção de pagar com cartão de crédito o passeio desejado no próprio local do atrativo. Os passeios eram fechados apenas nas próprias agências de turismo, responsáveis por repassar posteriormente os valores aos atrativos turísticos.

De acordo com o presidente da Associação de Atrativos Turísticos de Bonito e Região (Atratur), Ricardo Constantino, nessa sistemática perdia o turista, por não ter a opção de pagar o passeio com cartão de crédito diretamente no atrativo turístico; e perdia também o empresário do atrativo turístico que, por não dispor do serviço de cartão, muitas vezes perdia clientela. Outro problema era em relação à demora das agências no repasse dos valores pagos.

O empresário Eduardo Folley Coelho, proprietário do Recanto Ecológico da Prata, em Jardim, município de Bonito, e da Estância Mimosa Ecoturismo, na mesma cidade, lembra as dificuldades. "Não tínhamos nem como oferecer ao turista a opção de pagar parcelado o passeio turístico. Se sem parcelar as agências já demoravam para nos repassar o pagamento, imagine se esses valores fossem ainda parcelados", explica.

Iniciativa inovadora

Com o objetivo de solucionar esses problemas, a Atratur buscou a Visanet Brasil, empresa do mercado brasileiro de meios eletrônicos de pagamentos, responsável pela afiliação e relacionamento com os estabelecimentos comerciais que aceitam cartões Visa.

O pleito da Atratur veio ao encontro do "Destinos Visa", programa da Visanet que contempla 25 cinco destinos turísticos do Brasil, sendo Bonito um deles. Esses destinos são escolhidos para serem trabalhados devido a uma série de fatores, como fluxo turístico e dificuldades financeiras. "Por meio deste programa trabalhamos durante todo o ano a cadeia de valor da cidade, não tendo como foco apenas questões monetárias", afirma o diretor comercial e de marketing da Visanet, Eduardo Gouvêa.

Como resposta aos empresários de Bonito, a Visanet criou o projeto-piloto "Multiponto". Trata-se de um Point of Sale - maquinetas de captura de transações, conhecidas tecnicamente como terminais POS (da sigla inglesa para ponto de venda) - com opções específicas dos atrativos turísticos.

Hoje, na prática, a sistemática funciona da seguinte forma: para cada atrativo turístico, existe uma opção no POS. Na hora em que o turista for fechar um pacote de passeios com diferentes atrativos, será digitado o número correspondente ao atrativo, direcionando automaticamente o valor para a conta-corrente do CNPJ desse atrativo. As agências permanecem recebendo cerca de 20% de comissão sobre os passeios.

O novo serviço trouxe de volta para os meios eletrônicos de pagamento vários empresários que tinham optado por não trabalhar com cartão de crédito. "Com o Multiponto, os atrativos turísticos ganharam a oportunidade de oferecer aos seus clientes o pagamento com cartão, inclusive podendo parcelar. O Multiponto também contribui para melhorar a relação entre os atrativos e as agências de turismo", comenta o empresário Eduardo Folley. Em seus atrativos turísticos, Eduardo possibilita que o turista pague o passeio em até três vezes.

Já estão vinculadas ao Multiponto 17 agências de turismo e 15 atrativos turísticos. Os atrativos são: Abismo Anhumas; Balneário do Sol; Barra do Sucuri; Barra da Onça; Buraco das Araras; Circuito Arvorismo; Estância Mimosa; Fazenda São Francisco; Hotel Cabana; Ilha do Padre; Praia da Figueira; Rio da Prata; Rio do Peixe; e Rio Sucuri. Com relação aos gastos, a taxa de administração do POS é paga pelos atrativos turísticos ou recebedor. Já a taxa de aluguel do POS fica por conta das agências.

"Essa iniciativa é inovadora: promoveu a acessibilidade aos atrativos turísticos e ao mesmo tempo possibilitou o aumento das vendas", afirma o analista técnico da unidade de Atendimento Individual do Sebrae/MS, Vagner Alexandre.

Fonte: Agência Sebrae

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Atrativo de Bonito participa de programa da Rede Globo




Neste domingo (17), o Projeto Jibóia participará do quadro "Domingão Animal", exibido no programa Domingão do Faustão, da Rede Globo.

O Projeto Jibóia é um dos atrativos turísticos mais inusitados de Bonito-MS, que funciona durante todo o ano e atrai turistas curiosos de todas as partes do país.

O projeto é uma iniciativa do criador de serpentes Henrique Naufal que ministra palestras e promove a integração entre os turistas e os animais durante a visitação a fim de desmistificar e retirar o papel negativo que as cobras possuem.

Só o fato de o atrativo Projeto Jibóia estar se apresentando no Programa Domingão do Faustão, já é uma grande divulgação para Bonito, já que o programa vai ao ar em Rede Nacional.

Fonte: Atratur

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Novo passeio no Recanto Ecológico Rio da Prata revela a beleza e o mistério do mundo subaquático

Inaugurado há três meses, o novo passeio do Recanto Ecológico Rio da Prata revela as surpresas e belezas das águas do Rio da Prata em Jardim-MS.

Para os turistas que passarem pela cidade de Bonito e Jardim, no estado de Mato Grosso do Sul, o atrativo turístico Recanto Ecológico Rio da Prata agora oferece a opção do passeio de mergulho com cilindro, feito com instrutores capacitados e em turmas de no máximo duas pessoas, por instrutor.

O novo passeio é fruto de uma parceria entre a operadora de mergulho de Bonito-MS Caiman Scuba Dive e o Recanto Ecológico Rio da Prata. Ao contrário de muitos passeios nesta modalidade, para mergulhar no Rio da Prata não é necessário ter curso, qualquer pessoa acima de 10 anos de idade, sendo experiente ou não na área de mergulho, pode fazer o passeio, que é guiado por um profissional certificado internacionalmente.

Para o instrutor de mergulho e guia do passeio Rudimar Guerini, que trabalha há 10 anos com turismo e 8 com mergulho, e também é um dos proprietários da operadora Caiman Escuba Dive, muitas pessoas possuem pouca informação sobre mergulho e acreditam que nem todo mundo pode fazer: "Existe um trabalho para mudar essa idéia, este é o ponto chave que estamos desenvolvendo. A maioria pensa que tem que ter curso pra mergulhar". Ele revela que a operadora, com apoio da equipe do Rio da Prata, está fazendo um trabalho para informar melhor sobre a modalidade. São três etapas que envolvem visitas às agências e operadoras de turismo locais esclarecendo sobre o novo passeio, visita técnica ao passeio e fornecimento de materiais e mini consultorias para dar continuidade às informações.

O instrutor comenta que o passeio ainda é recente e tem apenas o mês de julho de 2008 como referência no número de procura pelos turistas, mas acrescenta: "A melhor época de mergulho no Prata é esta que estamos passando, quando as chuvas diminuem e o rio fica mais cristalino". O trabalho de divulgação e informação que vem sendo feito garante o aumento da visitação para as próximas temporadas: "Com certeza aumentará a procura, e penso em até dobrar o número comparado a julho deste ano", completa Rudimar.

O passeio tem duração de 40 minutos aproximadamente. O percurso é de 600 metros com profundidades de até 7 metros. A visibilidade atinge de 10 a 25 metros e a temperatura da água varia de 20 a 25 graus Celsius.

Mais informações através do site:
www.submundodive.com.br/mergulho

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Deslumbre-se com o Buraco das Araras em Jardim - MS

O Buraco das Araras, no município de Jardim, em Mato Grosso do Sul, atrai turistas do Brasil e de várias partes do mundo o ano inteiro para contemplar a beleza e a tranqüilidade do lugar, uma gigantesca cratera com aproximadamente 500 metros de diâmetros e 100 metros de profundidade no meio do cerrado.

"Todo dia tem gente querendo fazer o passeio que dura em média uma hora", conta Rooswelt Sampaio, responsável pelo receptivo aos turistas no Buraco das Araras, que fica na Fazenda Alegria, distante 28 Km de Jardim. Segundo ele, pelo menos 30% dos visitantes são estrangeiros vindos de várias partes do mundo.

A conservação do ambiente natural é conciliada com a visitação da área. Os passeios são feitos com o acompanhamento de monitor em grupos de no máximo dez pessoas por vez em intervalos de 15 minutos, tempo suficiente para as instruções básicas sobre as regras que o visitante deve seguir durante o percurso e no próprio Buraco das Araras, que ganhou esse nome em razão do grande número de araras que habitam o local e fazem verdadeiros espetáculos.

O acesso é pela BR-267, sentido Porto Murtinho. Assim que o visitante chega ao estacionamento do receptivo, a 400 metros do Buraco, já pode vislumbrar todo um cenário de beleza com as características da fauna e da flora do cerrado. Na etapa seguinte, depois de ser devidamente orientado pelo monitor, o turista tem pela frente cerca de 900 metros de caminhada ecológica até chegar aos mirantes com vista privilegiada do Buraco das Araras, ambos especialmente instalados para contemplação e fotografias. "Aqui quem esquece a máquina fotográfica se arrepende", comentou Rooswelt Sampaio.

A descida de rapel não faz mais parte da programação do passeio desde 2006. Era uma boa alternativa para uma visão panorâmica do interior do buraco e das araras e outras aves que retornam sempre ao final do dia. Atualmente a descida é feita apenas para pesquisa científica. O fim do rapel como atividade turística tem a ver com a preservação do ambiente, considerando que as aves fazem ninho na parede do buraco e a ação de descer e subir sempre trazia perturbação aos animais.

Serviço

No período de reprodução, de maio a dezembro, as araras permanecem durante o dia todo no buraco. De janeiro a abril as araras permanecem no buraco até o meio da tarde, depois saem e só retornam a partir das 16h30. É o período em que os filhotes já estão voando. Os horários da manhã são muito bons para se ver araras e outros pássaros.

O acesso a Jardim a partir de Campo Grande pode ser via Aquidauana (280 KM pela BR-262) ou Via Sidrolândia (233 KM pela BR-060). De Jardim ao Buraco das Araras são 28 KM pela BR-267, sentido Porto Murtinho.

Horário de funcionamento: Diariamente, das 7h30 às 17h

Visitação: Por pessoa custa R$ 25 na alta temporada e R$ 20 na baixa temporada.

Contato:(67) 3255 4355

Fonte: Campo Grande News

Projeto Jibóia em Bonito-MS: Uma opção de passeio que ensina e diverte




As crianças são as que mais se divertem, mas o público é diversificado. Quem vai? A família completa, do mais novo ao mais velho. O Projeto Jibóia é um dos atrativos turísticos mais inusitados de Bonito-MS, que funciona durante todo o ano e atrai turistas curiosos de todas as partes do país.
Se você tem medo de cobra aí está a solução. O projeto é uma iniciativa do criador de serpentes Henrique Naufaul que ministra palestras e promove a integração entre os turistas e os animais durante a visitação a fim de desmistificar e retirar o papel negativo que as cobras possuem. Durante a palestra, o criador conta que sentiu necessidade de esclarecer sobre o assunto já que a sociedade possui o costume de matar esses animais mesmo quando não estão representando perigo: "Tirar esses animais da natureza desequilibra o ecossistema", esclarece.

Durante a conversa Henrique conta que aprendeu a gostar de serpentes durante sua passagem pela Austrália, e a partir daí passou a criar esses animais de forma legal. A paixão levou ao trabalho turístico feito através do Projeto Jibóia: "Além de desmistificar o medo que as pessoas possuem de cobras, o projeto ainda combate a criação ilegal de répteis em cativeiro", acrescenta o criador.

O atrativo é aberto para visitação todos os dias às sete da noite. Os turistas assistem à palestra - ministrada de forma descontraída - e alguns vídeos, e ao final possuem a oportunidade de fotografar e pegar as cobras, que são domesticadas e não representam perigo para o turista. O palestrante Henrique ainda abre para perguntas esclarecendo as dúvidas que vão surgindo. Uma oportunidade de aprender e conhecer um pouco mais de perto esses animais.

O Projeto possui 14 cobras, 13 jibóias e uma Piton, que são criadas em um terrário de 12 metros quadrados com condições ideais de temperatura e umidade. Além de atrativo turístico, o Projeto Jibóia também desenvolve trabalhos em escolas da região e feiras de turismo. Mais informações sobre essa opção de passeio em Bonito-MS através do site:
www.projetojiboia.com.br

Fotos: Bianca Celoto

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Hotel de Bonito promove a integração com a população local

Lançado a partir de um estudo de viabilidade econômica indicado pelo SEBRAE, o Hotel Pira Miúna localizado na cidade de Bonito-MS atende ao critério de identificação com a cidade turística. O Pira Miúna se parece com Bonito desde a qualidade até a decoração.

Inaugurado em 2002, o estabelecimento hoteleiro consegue harmonizar paradoxalmente aspectos de grandiosidade, beleza e conforto com simplicidade. Internamente, os espaços coletivos oferecem um atrativo a quem prefere desfrutar do conforto do hotel. Piscina, churrasqueira, forno para pizza, sala de TV e sala de estar, bar e deck mirante compõem os espaços de forma a proporcionar ao hóspede a hospitalidade da própria casa.

Os sócios e proprietários Kátia Salustiano e Afonso Carneiro comentam que desde o processo de construção o hotel consegue manter a integração com os moradores de Bonito: "A população acompanhou a construção, e o projeto obedece às características da cidade". Afonso Carneiro é da cidade de Campinas, no interior do estado de São Paulo e resolveu investir em Bonito porque assim como Kátia se apaixonou pela cidade. "As autoridades precisam criar um órgão que faça Bonito ter mais destaque em guias internacionais", comenta o empresário.

Os recepcionistas do hotel Renato Maia e Alessandro de Oliveira comentam que em época de alta temporada e no período do Festival de Inverno o trabalho fica mais corrido, mas é uma boa oportunidade de ganhar um pouco mais. "Trabalhar com turismo tem as mesmas dificuldades que um emprego normal, mas permite que você esteja o tempo todo em contato com pessoas", completa Renato.

O Hotel Pira Miúna oferece uma estrutura com 39 apartamentos, piscina, hidromassagem, salão de eventos, ambiente de convivência, sala de internet e sala de estar. Fica na rua Luis Costa Leite, número 1792 em Bonito-MS. Mais informações através do site:
www.piramiunahotel.com.br

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Secretaria Municipal de Ação Social e Estância Mimosa Ecoturismo apoiam o Projeto Florestinha







Importância das Matas Ciliares e formas de recuperação florestal. Este foi o tema do Dia de Campo que o Instituto das Águas da Serra da Bodoquena - IASB, em parceria com a Secretaria Municipal de Ação Social e a Estância Mimosa Ecoturismo, realizou no dia 08 de agosto (sexta-feira) no município de Bonito. Este evento foi uma promoção conjunta dos projetos desenvolvidos pelo IASB, denominados respectivamente: Projeto Matas Ciliares, patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental; Sistemas Agroflorestais na recuperação de matas ciliares e geração de renda, patrocinado pelo Programa PDA Mata Atlântica, do Ministério do Meio Ambiente e, pelo Projeto Plante Bonito, patrocinado por empresas locais como a Agência Águas de Bonito e Pousada Águas de Bonito.

O Dia de Campo envolveu visitas à unidade demonstrativa do projeto Matas Ciliares localizada na Chácara Mimoso e à unidade demonstrativa do projeto SAF, localizada na Fazenda Estância Mimosa, para conhecer a dinâmica e funcionamento das matas ciliares, como também as técnicas de recuperação utilizadas ns projetos e, o plantio de 20 mudas do Projeto Plante Bonito. Os participantes, além da visita, assistiram a uma palestra sobre o tema, focando nas questões ambientais da nossa região e no final dos trabalhos, percorreram a trilha da Estância Mimosa.

Ao todo, 33 crianças participantes do Projeto Florestinha puderam ter contato com os problemas ambientais que ocorrem na região, como também conhecer soluções promissoras para conservação dos recursos naturais do rio Mimoso. Ao longo do dia todos se mostraram satisfeitos com as atividades realizadas, demonstrando grande motivação para levarem à diante as informações recebidas.
Esta iniciativa também propiciou às crianças a experiência de conhecer uma área com diversos problemas ambientais e um local oposto, onde os cuidados em relação à natureza são facilmente observados. E ainda, o fato de conhecerem um atrativo turístico da região, sensibilizou os alunos para um maior cuidado com a natureza. Considerando que a grande maioria não tinha tido acesso a nenhum passeio da cidade, se sentiram privilegiados em andar em um local conservado com tantas belezas naturais.

Projeto Matas Ciliares

O projeto Matas Ciliares é um projeto de pesquisa que busca reduzir os custos da recuperação de áreas degradadas através da implantação e avaliação de 05 técnicas de recuperação. As técnicas utilizadas já foram testadas e aprovadas em outras regiões do país e podem ser aplicadas em pequenas, médias e grandes áreas. O projeto promove ainda cursos e dias de campo no sentido de contribuir com a produtividade das propriedades rurais, buscando reduzir os impactos à natureza. Neste projeto o IASB conta com a parceria do IBAMA, AGRAER, Sindicato Rural, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e ATRATUR.

Projeto SAF

O Projeto Sistemas Agroflorestais é um projeto de pesquisa que busca avaliar a eficiência dos Sistemas Agroflorestais (SAF) para a recuperação de matas ciliares (matas existentes no entorno de rios e córregos), visando à diminuição da pressão sobre os remanescentes de florestas nativas e a diversificação das fontes de renda e alimentação para os pequenos produtores rurais. O Projeto promove ainda cursos e dias de campo no sentido de disseminar uma atividade potencialmente geradora de renda buscando evitar o desmatamento de novas áreas para plantio. Neste projeto o IASB conta com a parceria do IBAMA, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Sindicato Rural, AGRAER e Projeto GEF Rio Formoso.

Projeto Plante Bonito

O Projeto Plante Bonito é um projeto participativo de recuperação de áreas degradadas, principalmente matas ciliares, com o objetivo de contribuir com a conservação dos recursos naturais e ajudar a minimizar os efeitos do aquecimento global. As mudas utilizadas no projeto são adquiridas por empresas, escolas e visitantes em geral, que preocupados em contribuir com a conservação da natureza, apóiam a idéia do projeto. Atualmente neste projeto o IASB conta com o apoio da Agência Águas de Bonito, Conveniência Lima Limão, Pousada Águas de Bonito e Recanto Ecológico Rio da Prata.

Fonte: IASB

domingo, 10 de agosto de 2008

Fotos Débora Nascimento no treinamento do Abismo Ahumas - Bonito MS





Débora se preparando para o treinamento


Iniciando o treinamento de rapel



Débora com Marcos Dias Soares



Lawrence Wahba

Fotos: Divulgação Abismo Anhumas



sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Galera de Campo Grande mergulhando no Rio da Prata


Depois de assistir os shows do Festival de Inverno de Bonito 2008, amigos fortalecem sua amizade mergulhando nas ricas águas cristalinas do Recanto Ecológico Rio da Prata.

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Bar de Bonito-MS é referência em entretenimento em noites de altas temporadas

O ambiente é a cara de Bonito-MS, com decoração rústica e iluminação branda, tudo a ver com ecologia e natureza. Na capital do Ecoturismo do Brasil uma ótima opção de entretenimento: O Taboa Bar, que em período de alta temporada enche a casa de gente de todos os cantos do país e do mundo.

Com as portas abertas desde 1996, o Taboa era inicialmente um quiosque de drink’s. A necessidade de ampliar as estruturas foi surgindo ao mesmo tempo em que o turismo em Bonito tomava fôlego. Hoje, se transformou no maior bar da cidade com referência não só em noitadas animadas, mas em gastronomia e boa música. A proprietária Andréa Braga Fontoura comenta: "O bar possui grande flexibilidade fazendo com que o público vá além dos jovens", e completa: "Oferecemos um cardápio variado e de qualidade".

É do Taboa Bar que surgiu a cachaça homônima. A receita é de Andréa, que ao perceber a grande aceitação da bebida acabou tendo que registrar o produto no Ministério da Agricultura. Assim nasceu a 'Taboa Ind. e Comercio de Bebidas LTDA', que mantém o bar funcionando no período de baixa temporada, quando o movimento cai consideravelmente. A bebida é composta pela tradicional cachaça - de coloração e sabor especiais curtida em tonéis de jequitibá-rosa, e pela Taboa - mistura de cachaça, mel, canela, guaraná em pó e ervas naturais.

O bar todo é um grande autógrafo. As paredes são assinadas por todas as pessoas que já passaram por ali. A proprietária comenta que inicialmente as assinaturas eram feitas em um quadrado pequeno na parede, mas os freqüentadores acabaram ultrapassando os espaços, e hoje não dá mais pra controlar, todo mundo que passa pelo Taboa quer deixar sua marca.

O Taboa Bar fica na rua Cel. Pilad Rebuá, nº 1837, centro. Mais informações através do site:
www.taboa.com.br

Artesanato de MS é exposto em Brasília


Na última quarta-feira (dia 6), o Memorial dos Povos Indígenas (MPI) de Brasília-DF inaugurou a exposição "Pantanal: Águas, Estrelas e Humanidade". O evento faz parte das comemorações do "Dia Internacional dos Povos Indígenas", comemorado dia 9 de agosto, e vai reunir esse importante bioma brasileiro.

O foco da exposição é a divulgação, valorização e promoção das culturas e sociedades vindas do Pantanal. As ferramentas usadas para atingir esse objetivo são as mostras de peças artesanais, fotografias de autoria de jovens indígenas da reserva de Dourados, degustações culinárias, pinturas corporais, venda de artes indígenas, cantoria, exibição do filme "500 Almas", ciclo de debates e palestras, entre outras coisas.

O Pantanal pertence ao estado do Mato Grosso do Sul, que possui a segunda maior população indígena do país, com quase 70 mil pessoas. Entre eles, estão as culturas Guarani, Guató, Kadiwéu, Kaiowá e Terena, os quais estarão presentes no evento alguns representantes promovendo diálogos indígenas, contos, espiritualidade, histórias ancestrais e atuais.

No dia 09 de Agosto a partir das 9h, todos os indíos participarão de uma solenidade e ritual indígena. Será lida a carta da juventude indígena, a mensagem da mulher indígena e a mensagem da ONU, já que esta data além de Brasília, será lembrada também na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque. Neste mesmo dia, será lançado o portal indígena
www.tvintertribal.com.br, com a presença de diversas autoridades indígenas e não-indígenas, como embaixadas amigas, agências da ONU e o Ministro das Comunicações da Nação Indígena dos EUA. O canal é fruto de uma iniciativa do Comitê Intertribal e da Produtora Fantasias Luminosas. É a primeira web TV de domínio indígena e voltada para a defesa e promoção das culturas dos índios.

O Dia Internacional dos Povos Indígenas passou a ser reconhecida em 1987, depois que o primeiro indígena oriundo dos Estados Unidos da América foi até a sede da ONU, em Genebra, reivindicar os direitos indígenas com base na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

PROGRAMAÇÃO

6 de agosto (quarta-feira)

19h: Cerimônia espiritual indígena e solenidade oficial de abertura da exposição. Degustação da culinária indígena e apresentação de cantos, contos e danças.

7 de agosto (quinta-feira)

9h às 18h: Visitação às exposições "Mostra do artesanato Referencial de Mato Grosso do Sul" e "Nossos Olhares - a juventude indígena na reserva de Dourados"

10h às 12h: Ciclo de palestras e debates

- Juventude indígena na reserva de Dourado
- Realidades indígenas e os processos histórico
- Cultura: afirmação indígena e pantaneira
- O saber e a cosmo visão indígena

15h às 16h30: Diálogos Indígenas

- Experiências - cacique do pantanal
- explanação sobre o prêmio culturas indígenas
- roda de tereré e distribuição de mudas de erva-mate

18h: cerimônia indígena do pôr do sol

18h30: Pantanal: empreendimento e roda de negócios - workshop turismo e educação ambiental

-degustação da culinária regional

20h: cantoria, poesia e música regional

8 de agosto (sexta-feira)

09 às 18h: visitação à exposição "Mostra do artesanato Referencial de Mato Grosso do Sul" e "Nossos Olhares - a juventude indígena na reserva de Dourados"

10h às 12h: ciclo de palestras e debates:

- caracterização do Bioma Pantanal
- ciclo e gestão das águas no Pantanal
- Pantanal: Patrimônio da Humanidade: Manejo Sustentável e Equilíbrio Ambiental
- educação e Povos Indígenas
- o direito indígena: o direito à vida tradicional e o acesso aos novos conhecimentos

15h às 16h30: diálogos indígenas:

- experiências - caciques do Pantanal
- explanação da lei n° 11.645, de 10 de março de 2008, sobre a obrigatoriedade do ensino da história e cultura afro-brasileira e indígena
- roda de tereré e distribuição de mudas da erva-mate

18h: Cerimônia indígena do pôr do sol

18h30: exibição audiovisual 500 almas.

9 de agosto (sábado)

10h15 às 18h: Visitação às exposições "Mostra do artesanato Referencial de Mato Grosso do Sul" e "Nossos Olhares - a juventude indígena na reserva de Dourados"

10h: celebração do Dia Internacional dos Povos Indígenas:

- hasteamento da bandeira e canto do hino nacional conforme as tradições indígenas
- mensagem da juventude indígena
- mensagem da mulher indígena
- mensagem indígena pela paz entre indígenas e não-indígenas
- cerimônia espiritual
- cerimônia cultural e diálogos indígenas
- lançamento da TV Intertribal

12h30: almoço de confraternização indígena

PROGRAME-SE: Exposição Pantanal: água, estrelas e humanidade, de 06 a 09 de agosto, das 09h às 18h. Local: Memorial dos Povos Indígenas, em frente ao Memorial JK, em Brasília-DF. Entrada franca. Recomendado para todas as idades. Informações: 3342 1156 e 3344 1155

Fonte: Secretária de Estado de Cultura do Distrito Federal

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Novos empreendedores investem em qualidade na gastronomia de Bonito

Inaugurado em novembro de 2007, o "Restaurante e Lanchonete do Bosque" é uma ótima opção pra quem busca uma boa comida. Localizada dentro do Balneário Municipal, a Lanchonete do Bosque vem aumentando suas estrutura e investindo para garantir sempre qualidade.

O casal de proprietários Janaina e Morales comenta que enfrentaram muitas dificuldades no começo, mas que o negócio está dando certo. "Estamos fazendo novos investimentos para melhorar em relação à concorrência, diz Janaina". São vários planos de melhoramentos para aumentar o público e consequentemente a renda. A equipe tem realizado cursos, novos pratos estão sendo inseridos ao cardápio, como as opções de peixes, por exemplo, e também são oferecidas roupas de neoprene para aluguel pelos turistas. Junto à lanchonete existe uma lojinha com peças de decoração e roupas feita por artesãos de Bonito.

Janaina é catarinense, e durante um passeio em Bonito conheceu seu marido Morales, que também é guia turístico na cidade. Não só pelo casamento, mas também pelo encantamento com o local que Janaina veio parar na pequena cidade Sul-Mato-Grossensse: "Amo Bonito, aqui me sinto valorizada e o trabalho com turismo me possibilita o contato com pessoas, isso é o mais gostoso".

Os jovens empreendedores pretendem aumentar e melhorar o espaço do local. Investir em uniformes e futuramente instalar um buffet. "Meu objetivo principal não é ganhar dinheiro, eu quero oferecer qualidade, para que as pessoas saiam daqui felizes e satisfeitas, assim eu sei que o dinheiro vem em conseqüência", comenta Janaína.

Lawrence Wahba filma no Recanto Ecológico Rio da Prata para Programa do Faustão da Globo


Na última segunda-feira (04), o Recanto Ecológico Rio da Prata, que fica na região de Bonito e Jardim-MS, recebeu o cinegrafista e mergulhador conhecido internacionalmente, Lawrence Wahba, que está na região para realizar uma matéria para o seu quadro Domingão Animal, exibido no programa da Domingão do Faustão, da Rede Globo.

Com a intenção de filmar espécies da fauna em seu habitat natural, Lawrence Wahba percorreu toda a extensão do Rio Olho d´água e parte do Rio da Prata a procura de flagrantes da natureza.

O mergulhador conseguiu registrar imagens incríveis de um jacaré-de-coroa (Paleoshuchus palpebrosus) e de cardumes de Dourados (Salminus brasiliensis) enormes. O mergulhador e sua equipe permanecerão na região por mais alguns dias à procura de novas imagens da natureza, ele ainda salienta: "Espero novamente ter o prazer de registrar uma sucuri nadando nesses rios de águas cristalinas".

Foto: Samuel Duleba
Biólogo - RPPN Cabeceira do Prata

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Águas cristalinas e cachoeiras do Rio Mimoso encantam turistas em Bonito-MS

Considerada um dos melhores passeios turísticos de Bonito, a Estância Mimosa Ecoturismo se empenha em realizar um trabalho de qualidade para garantir segurança e satisfação aos turistas que visitam o lugar.

A fazenda possui 400 hectares e fica a 24 Km de Bonito-MS. O passeio constitui-se em uma trilha ecológica de aproximadamente 3 mil metros a pé e mais 500 metros de barco, dentro da reserva natural da fazenda. Durante o percurso são encontradas 8 cachoeiras. Na volta, os turistas podem desfrutar da oportunidade de nadar nas águas cristalinas do Rio Mimoso e ficar pertinho das quedas d’água. Ao final do passeio é servido um almoço típico de fazenda, feito em fogão à lenha e com receitas caseiras.

Dentro da casa sede da década de 70, ainda existe uma loja com artigos de artesanato e roupas com temas da natureza de Bonito. Durante a alta temporada são 11 funcionários para receber a média de 60 turistas diários. Segundo o gerente Rafael Beluque, a Estância Mimosa recebeu uma quantidade expressiva de turistas durante o mês de julho: "Passamos de mil turistas, melhor que o mesmo período do ano passado".

O casal Ariane Soares e Eduardo Schicovski vieram de Rio Branco, no Acre, em uma viagem de 4 dias de carro. Apesar da viagem longa e cansativa, cometam que valeu a pena: "estamos em Bonito há 3 dias e estamos adorando todos os passeios".

O Festival de Inverno de Bonito atrai ainda mais turistas nessa época do ano. Rafael comenta que o movimento aumenta e que o trabalho é dobrado, mas os turistas sempre distribuem elogios ao terminarem o passeio.

Para conhecer a Estância Mimosa Ecoturismo em Bonito e curtir a beleza das cachoeiras é preciso consultar uma agência ou operadora de turismo local. O passeio é livre para todas as idades.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Balneário Municipal: opção de passeio barato e de qualidade em Bonito-MS





A piscina de águas cristalinas e os cardumes de piraputangas encantam no primeiro contato. Quem visita o Balneário Municipal do Rio Formoso em Bonito-MS não pode deixar de sentir a sensação inédita de nadar acompanhado de muitos peixes e com a natureza preservada fazendo cenário. O atrativo é um dos inúmeros passeios turísticos oferecidos na capital do Ecoturismo do Brasil.

Segundo Neto, salva-vidas do Balneário, a área é cuidada 24 horas por dia. Existe um trabalho muito sério de preservação, para evitar que os turistas agridam os peixes e poluam o rio. Ele comenta também que o atrativo recebe muitos turistas de outros estados e países: "Geralmente eles vêm pela indicação de outras pessoas que vieram e gostaram".

Roberto Saiki veio de São Paulo e está de férias em Bonito junto com a família. "É nossa primeira visita a Bonito. Estamos superando nossas expectativas", comenta o turista. A francesa Gaelle também está visitando Bonito pela primeira vez e diz que está curtindo muito os passeios. Ainda completa: "Adoro o Brasil".

O Balneário Municipal fica a 6 Km de Bonito, dispõe de sanitários, 2 quadras de vôlei de areia, lanchonetes e sorveterias, além de área para camping e churrasqueiras.

Bianca Celoto
Assessoria de Imprensa
Recanto Ecológico Rio da Prata
Estância Mimosa Ecoturismo

sábado, 2 de agosto de 2008

Multidão assiste ao show de Ana Carolina no Festival de Inverno de Bonit


Na última sexta-feira (01), terceiro dia de Festival, Bonito-MS parecia transbordar. Turistas da região chegaram e os hotéis da cidade completaram suas reservas. Tudo lotado. Assim como o show musical realizado na grande Tenda como fechamento das atrações do dia. Ana Carolina, uma das principais cantoras e compositoras da música brasileira reuniu uma multidão de expectadores.

Assim como os outros grandes shows do Festival, neste terceiro dia a estrela subiu ao palco por volta das onze da noite, após muitos gritos e aplausos do público que aguardava ansioso. Acompanhada de três músicos e duas back vocais, Ana Carolina soube explorar de forma única seu lado instrumentista. Músicas como "É isso aí" e "Eu e você" foram tocadas ao piano pela cantora.

O show de Ana Carolina foi o mais procurado do Festival até agora. O público jovem trouxe peso e animação à festa. O casal de namorados Diogo e Luisa vieram de Campo Grande, e mesmo chegando atrasados para o show disseram valer a pena ter pagado a entrada para assistir pelo menos uma parte e ouvir as músicas da artista. Elisângela de Oliveira, também de Campo Grande comenta: "Amei o show, achei legal porque ela cantou as músicas mais conhecidas e todo mundo pôde cantar junto. Eu nem olhava pro lado".

Já Sheila Nunes, turismóloga de Dourados-MS, que assistiu também ao show de Maria Betânia, na quinta-feira, comenta que se incomodou com alguns problemas que o Festival ainda traz, como a acessibilidade. "Percebi que as pessoas mais de idade sentiam dificuldades de ter acessos às arquibancadas". Disse ainda que o trânsito da rua principal tem incomodado turistas, moradores e os motoristas: "acho que ainda falta planejamento".

A nona edição do Festival de Inverno de Bonito vai de 30 de julho a 3 de agosto. O próximo show realizado na grande Tenda será de Zé Ramalho, às 22:30 do sábado. O evento traz ainda espetáculos de dança, artes plásticas e artesanato.

Bianca Celoto
Assessoria de Imprensa
Recanto Ecológico Rio da Prata
Estância Mimosa Ecoturismo
www.bonitoweb.com.br

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Maria Betânia enche de brilho o Festival de Inverno de Bonito


Rosas vermelhas e brilhantes complementadas por longas cortinas bordadas. As primeiras coisas que chamavam a atenção nesse segundo dia de Festival ao se entrar na grande Tenda e observar o palco. A delicadeza e feminilidade da decoração anunciavam que naquele palco algo muito especial aconteceria. E aconteceu.

A estrela do último dia 31 de julho foi Maria Betânia, grande nome da música popular brasileira. Antecedida por um espetáculo de dança feito em pernas de pau, a cantora subiu ao palco por volta das onze da noite, vestida de verde, com os tradicionais cabelos longos jogados pelos ombros e com os pés no chão, mostrando se sentir em casa. Para Verônica Lindquist de Campo Grande e estudante de artes "A Betânia é a poesia da vida"
.

O Festival de Inverno de 2008 vem impressionando pela grandiosidade e qualidade de atrações. A decoração e a estrutura foram melhoradas em relação a anos anteriores e o que se ouve são só elogios. A estudante de Campo Grande comenta que veio para Bonito a fim de assistir ao show de Maria Betânia, e como futura artista plástica, prestigiar a simplicidade do Estado promovida pelo festival: "Talvez eu esteja na busca daquilo que já foi esquecido", diz Verônica.

A Festa reuni pessoas de todos os lugares do mundo. Uma integração turística e cultural que poucos eventos conseguem promover. Svetlana Lapova da Ucrânia, Rachel Savoy dos Estados Unidos e Rina Honer da Hollanda visitam Bonito pela segunda vez e contam que vieram para curtir o Festival.

Para os próximos dias permanece a expectativa para os shows de Ana Carolina e Zé Ramalho. O Festin Bonito 2008 acontece de 30 de julho a 3 de agosto, com atrações de música, dança, teatro e artesanato.

Bianca Celoto

Assessoria de Imprensa

Recanto Ecológico Rio da Prata

www.bonitoweb.com.br