domingo, 21 de dezembro de 2008

Rio da Prata é vencedor do Prêmio ECO - Gestão Empresarial para a Sustentabilidade - 2008

O Recanto Ecológico Rio da Prata (Japacanim Ecoturismo), situado em Jardim MS, venceu o Prêmio Eco 2008 na categoria Gestão Empresarial para a Sustentabilidade (GES), pequeno porte. Os outros vencedores da mesma categoria em 2008 são RL Sistemas de Higiene (médio porte) e Banco Real (grande porte).

"A sustentabilidade é aliada na perpetuação do rendimento econômico. Assim, quanto mais sustentável a gestão corporativa, menos impactos ambientais são gerados, e mais desenvolvimento regional e efeitos positivos na comunidade acontecem. O cenário futuro se mantém sempre próspero", comentou Simone Spengler Coelho, sócia diretora da Japacanim.

A empresa foi reconhecida pelo fato de suas atividades – turismo ecológico e criação de gado de forma racional e sustentável na Fazenda Cabeceira do Prata – terem contribuído com a preservação do Pantanal Mato-grossense. Foi criada uma reserva particular, que protege mais de 307 hectares – cerca de 21% da área total da propriedade. A fazenda prioriza a contratação de mão-de-obra local e a venda de artesanato produzido na região, possui uma horta orgânica que produz boa parte dos alimentos que consome e separa resíduos sólidos para reciclagem e compostagem entre outras ações.

Lançado pela Amcham (Câmara Americana de Comércio) em 1982, o Prêmio Eco é uma iniciativa sem fins lucrativos que coloca em evidência as empresas brasileiras direta ou indiretamente ligadas à causa ambiental e tem como objetivo reconhecer anualmente as melhores práticas de cidadania empresarial que contribuam exemplarmente para o bem-estar e a sustentabilidade da sociedade.

Em 2008, o Prêmio foi realizado em parceria com o jornal Valor Econômico. A iniciativa reuniu e analisou 116 trabalhos inscritos, desenvolvidos por 114 empresas em 13 Estados do país.

Entre as 26 empresas que apresentaram trabalhos na modalidade Gestão Empresarial para a Sustentabilidade, foram selecionadas sete finalistas. O júri que definiu os vencedores foi formado por Clarissa Lins, da Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável; Hélio Mattar, do Akatu; Ricardo Young, do Ethos; Roberto Gonzáles, da Apimec e Thais Corral.

Essa conquista é fruto do empenho de toda a equipe de funcionários que formam o Recanto Ecológico Rio da Prata, e incentiva a melhoria e a continuidade dos trabalhos ambientais.

"Este prêmio representa um reconhecimento do nosso esforço e preocupação com o meio ambiente e com a comunidade, sinaliza que estamos no caminho certo e nos incentiva a continuar buscando evoluir nesta direção." comentou Simone Spengler Coelho, sócia diretora da Japacanim.

Mais informações através do site:
www.premioeco.com.br/

Nenhum comentário: